quarta-feira, 24 de junho de 2009

Esquema de adulteração do leite em Uberaba


Em 2007 foi descoberto o esquema de adulteração no leite longa vida que acontecia em Uberaba.O esquema consistia em adicionar em 10% da embalagem de leite uma mistura de ácido cítrico, citrato de sódio, soda cáustica, sal, açúcar e, às vezes, peróxido de hidrogênio (água oxigenada). O objetivo era aumentar o volume e garantir maior longevidade. As duas cooperativas, cuja produção diária estimada é de 400 mil litros de leite por dia, cometiam a fraude há pelo menos dois anos e forneciam para empresas como a Calu e a Parmalat. Ainda segundo a PF, os funcionários das cooperativas disseram que eram ameaçados de demissão para realizar a mistura. Amostras do produto apreendidas foram analisadas para verificar se eles estavam impróprios para o consumo humano.As equipes de policiais federais também recolheram amostras de leite longa vida integral em todo o país, já que, segundo as apurações, a fraude atingiria dimensão nacional, envolvendo empresas de diversos estados da federação.


Fonte: Jornal Estadão


Nenhum comentário: